LINHA DO TEMPO

Prevista para os dias 21 a 25 de outubro, a IV Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio estreia em formato online com ambrangência internacional.

Devido aos impedimentos causados pela pandemia da Covid-19, a 4ª edição da Mostra, que desde a sua formação teve ponto de encontro a UnB, precisou se adaptar ao formato online, para tanto, foi preciso garantir aos filmes selecionados segurança sobre direitos autorais, mantendo a qualidade do evento e participação do público. Por isso, houve o adiamento da data para o ano subsequente.

  • 89 filmes inscritos
  • 9 categorias
  • 21 selecionados
  • 9 premiados
A sessão de abertura: filme "Raifiki" de Wanuri Kahiu
  • MELHOR ATRIZ_ Mãe não chora - Vaneza Oliveira
  • MELHOR ROTEIRO_ Sem asas - Renata Martins
  • MELHOR MONTAGEM_ Aurora - Everlane Moraes
  • MELHOR DIREÇÃO_ Corações Encouraçados - Jamile Coelho e Cintia Maria
  • INCENTIVO AO AUDIOVISUAL_ A Sússia - Lucrécia Dias
  • MELHOR FILME CURTA-METRAGEM_ Mãe Não Chora - Carol Rodrigues e Vaneza Oliveira
  • MELHOR FILME LONGA-METRAGEM_ A Rainha Nzinga Chegou - Isabel Casimira e Junia Torres
  • MENÇÃO HONROSA_ Minha História é Outra - Mariana Campos
  • 89 filmes inscritos
  • 9 categorias
  • 21 selecionados
  • 9 premiados
Sessão de abertura: filme “Café com canela” de Glenda Nicácio e Ary Rosa
  • MELHOR ATRIZ_ Maria - Maria Morais
  • MELHOR ROTEIRO_ Maestria na Favela - Falani África
  • MELHOR MONTAGEM_ Entremarés - Caio Sales
  • MELHOR DIREÇÃO_ Merê com direção - Urânia Munzanzu
  • INCENTIVO AO AUDIOVISUAL_ Tia Ciata - Mariana C. e Raquel Beatriz
  • MELHOR FILME CURTA-METRAGEM_ Desaparecidos - DANDDARA
  • MELHOR FILME MÉDIA-METRAGEM_ Rainha - Sabrina Fidalgo
  • MELHOR FILME LONGA-METRAGEM_ O Caso do Homem Errado - Kamila Moraes
  • 83 filmes inscritos
  • 9 categorias
  • 21 selecionados
  • 9 premiados
A sessão de abertura: filme “Amor maldito” de Ádelia Sampaio.
  • MELHOR ROTEIRO E MELHOR LONGA METRAGEM_ Um filme de dança - Maria Morais
  • MELHOR DIREÇÃO E MELHOR FOTOGRAFIA_ Um dia de Jerusa - Falani África
  • MELHOR DOCUMENTÁRIO_ Das raízes às pontas - Caio Sales
  • MELHOR FICÇÃO_ Aquém das Nuvens - Urânia Munzanzu
  • MELHOR TRILHA SONORA E MELHOR ANIMAÇÃO_ Òrun Àiyé: a criação do mundo - Mariana C. e Raquel Beatriz
  • MELHOR MONTAGEM_ Oji-Today - DANDDARA
  • MELHOR PRODUÇÃO_ Black Out - Sabrina Fidalgo
  • JÚRI POPULAR_ A última chance - Kamila Moraes